^

Saúde

A
A
A

Por que há fraqueza depois de comer e como lidar com isso

 
, Editor médico
Última revisão: 11.04.2020
 
Fact-checked
х

Todo o conteúdo do iLive é medicamente revisado ou verificado pelos fatos para garantir o máximo de precisão factual possível.

Temos diretrizes rigorosas de fornecimento e vinculamos apenas sites de mídia respeitáveis, instituições de pesquisa acadêmica e, sempre que possível, estudos médicos revisados por pares. Observe que os números entre parênteses ([1], [2], etc.) são links clicáveis para esses estudos.

Se você achar que algum dos nossos conteúdos é impreciso, desatualizado ou questionável, selecione-o e pressione Ctrl + Enter.

A ingestão de alimentos como com o processo de digestão não é apenas o preenchimento do corpo com substâncias necessárias e, por vezes, desnecessárias, mas também uma certa despesa de energia para moagem e processamento de produtos que caem no estômago. Neste contexto, a fraqueza após comer parece ser o estado habitual do corpo, causado pelo aumento do trabalho de muitos órgãos e sistemas. Por um lado, isso é verdade, mas com outra tal condição pode ser um sintoma de uma doença ativamente desenvolvida e, portanto, requer atenção especial.

Epidemiologia

Estudos mostram que tal condição como fraqueza após comer, pelo menos uma vez em uma vida vivida por todos, mesmo que esse sintoma acompanhe uma patologia tão comum como a VSD. Ele também não tem uma distinção em idade e sexo, embora ele se encontre com crianças com menos freqüência do que em adultos.

A aparência de fraqueza após uma refeição é promovida por uma grande variedade nas prateleiras de lojas de vários produtos ricos em carboidratos e aditivos alimentares que estimulam a fome ou a sede, o que, por sua vez, leva a excessos, lanches de carboidratos e, portanto, distúrbios digestivos. Ninguém está seguro de comprar essas "iguarias" perigosas para o estômago e todo o sistema digestivo. A tais compras consideradas nos levam a nós e aos nossos filhos a publicidade onipresente e embalagens coloridas.

O risco de um sentimento de fraqueza após o consumo aumenta as doenças associadas, um dos sintomas de que é, em geral, é.

trusted-source[1], [2], [3], [4], [5], [6], [7], [8], [9], [10], [11]

Causas fraqueza após comer

A fraqueza após uma refeição pode ser causada por overeating banal ou absorção de muitos alimentos gordurosos e pesados, e não precisa ser um especialista para entender que, sem consequências, não haverá o suficiente. Os altos custos de energia e as dificuldades com a digestão dos alimentos podem causar tonturas e fraquezas após o consumo, acompanhadas de uma sensação de peso no estômago e sonolência.

A tontura pode ser causada pelo uso em uma grande quantidade de alimentos ricos em uma substância do grupo de aminas biogênicas de tiramina, que provoca um estreitamento dos vasos no cérebro. Esses produtos incluem queijos, frutas cítricas, conservas, produtos de fermentação (kefir, cerveja, kvass, etc.).

Se depois de comer, você tem sintomas como náuseas e fraqueza, talvez você deva visitar o gastroenterologista o mais rápido possível. Tais sintomas podem indicar o desenvolvimento de várias doenças gastrointestinais, como gastrite, pancreatite, úlcera estomacal e duodenal, síndrome de estômago preguiçoso, colecistite, etc.

Deve ser dada especial atenção à condição do trato digestivo, se os sintomas acima forem acompanhados por vômitos e febre. Tal reação do corpo pode ser um indicador de problemas sérios: exacerbação da úlcera do estômago, apendicite, dispepsia, peritonite inicial (inflamação do peritônio). E aqui já o atraso na morte é semelhante.

Fraqueza e sonolência após comer pode ser o resultado do consumo excessivo de alimentos ricos em carboidratos. Mas se esses sintomas se tornam regulares, surge a questão de um exame para diabetes mellitus. Os seguintes sintomas podem se tornar uma confirmação ausente de um diagnóstico desagradável: sede, observada de forma contínua, desejo frequente de urinar, cicatrização lenta de feridas e arranhões e perda de peso acentuada.

Mas a besta não é tão terrível como é pintada. Você pode viver com esse diagnóstico. O principal é reconhecer a doença no tempo e não deixá-la ir ao palco quando a entrega constante de insulina é necessária. Diabetes mellitus, no entanto, como gastrite, pancreatite e outras doenças graves, é principalmente uma dieta, uma rejeição de muitas guloseimas e alguns hábitos. Mas você não pode ajudá-lo, quer se sentir saudável e feliz - aprenda a amar a comida certa.

Fraqueza e palpitações depois de comer são frequentemente os primeiros sinais de desenvolvimento de doenças cardiovasculares. O fato é que, em si, a taquicardia (aumento da freqüência cardíaca) é acompanhada de sintomas como fraqueza, transpiração, falta de ar. Se uma pessoa tiver essas condições depois de comer, isso indica um desvio da norma.

Tais sintomas podem causar não apenas doenças cardíacas e vasculares, mas também anormalidades no funcionamento do trato digestivo, obesidade, problemas na glândula tireoidea, diabetes e distúrbios no sistema nervoso central.

Se você é jogado no suor, e você sente uma fraqueza notável depois de comer, isso pode ser devido a uma onda hormonal comum. A influência dos hormônios é mais afetada pelas mulheres, especialmente durante a menstruação e a puberdade.

É reestruturação hormonal e redução da pressão arterial que acompanha o processo de digestão dos alimentos, são a principal causa de fraqueza após o consumo durante a gravidez.

A hiperidrose, combinada com a fraqueza após o consumo, pode ser notada por pessoas com distúrbios metabólicos diagnosticados com distonia vegetativa (VDD), bem como pacientes com síndrome de Frey que são suados não só depois de tomar alimentos quentes, mas mesmo de um pensamento sobre isso .

A falta de ar e a fraqueza após comer são um sintoma alarmante, mas em si mesmas não podem apontar para uma determinada doença. Eles são um sinal sobre a existência de algum desvio no trabalho dos órgãos internos. Um diagnóstico exato da doença, que foi sinalizado pela fraqueza e falta de ar, pode ser estabelecido por um terapeuta com base em um exame completo ou parcial do corpo.

Uma causa comum de fraqueza após o consumo é a chamada síndrome de despejo, em que ocorre o esvaziamento gástrico de forma anormal. Normalmente, é precedida por ressecção - uma operação para remover uma grande parte do estômago com a posterior restauração do trato digestivo, mas às vezes suas manifestações são vistas em pessoas saudáveis para fora.

A síndrome de despejo é típica de quase todos os sintomas descritos acima. A patogênese desta condição depende dos processos que ocorrem no corpo durante o processamento de produtos alimentares.

Existem dois tipos de síndrome de esvaziamento gástrico acelerado:

  • Cedo (vem quase imediatamente depois de comer, o mais tardar 20 minutos depois de comer), o que é causado pela formação de um caroço alimentar e aumento da pressão osmótica no intestino.
  • Tarde (ocorre após certo tempo após uma refeição, geralmente 2-3 horas depois).

A síndrome do dumping precoce caracteriza-se por:

  • fraqueza visível
  • palpitações fortes
  • diminuição da pressão arterial e tonturas relacionadas
  • palidez da pele e manchas nele.

E também a aparência de suor frio, falta de ar, náuseas com vontade de vomitar.

No caso da síndrome do dumping em atraso, juntam-se as queixas já existentes:

  • fome sem causa,
  • desmaie
  • distúrbios visuais sob a forma de brilho e manchas diante dos olhos, incapacidade de focar a vista em um ponto, escuridão diante dos olhos,
  • redução da glicemia
  • torcendo no abdômen,
  • mal-estar geral.

Ao mesmo tempo, a pele fica vermelha e as náuseas e a falta de ar diminuem. Sua aparência no estágio do despejo da síndrome pode provocar apenas excessos.

A fraqueza após comer e acompanhar os sintomas em diferentes combinações pode ser resultado de dietas estritas, fome e doenças que se desenvolvem neste solo: síndrome do estômago irritável (indigestão funcional), bulimia (ingestão de alimentos descontrolados causados psicologicamente), anorexia.

Sintomas semelhantes podem acompanhar a alergia alimentar. Se você notar que a náusea e a fraqueza após o consumo só ocorrem depois de consumir alimentos proteicos, doces ou assar, além disso, é acompanhada por dor de cabeça e zumbido nos ouvidos, você deve identificar imediatamente o alérgeno e excluí-lo da dieta.

trusted-source[12], [13], [14]

Patogênese

Uma vez que a fraqueza após o consumo pode indicar diferentes condições e doenças, a patogênese deste sintoma só pode ser vista do ponto de vista desses processos no corpo que acompanham o próprio procedimento de processamento de alimentos. O processo de processamento de alimentos começa na boca. O organismo precisa de energia adicional não só para a moagem de produtos, mas também para a sua assimilação.

A idéia de digestão começa com o surgimento de um sentimento de fome. O corpo começa a se preparar para a ingestão de alimentos, o cérebro dá um sinal e o sangue começa a fluir para os órgãos digestivos. Pela lei da conservação, em um ambiente fechado, se houver um excesso em algum lugar, então, em outro lugar, observaremos um déficit. O sangue é lançado do cérebro e dos pulmões, eles experimentam fome de oxigênio (afinal, o oxigênio é fornecido aos órgãos através do sangue), portanto, sintomas como tonturas e falta de ar, contra um fundo de fraqueza geral (porque outros órgãos também sofrem).

A ingestão de alimentos pesados e intratáveis no trato digestivo está repleta de formação de quimio. Um tal nódulo de comida dura, formando no estômago, incapaz de lidar com ele, se move mais para o intestino delgado, onde exerce forte pressão sobre as paredes. Esta "violência" provoca a liberação glandular adrenal de substâncias especiais de catecolaminas. Com o excesso de sintomas associados, como fraqueza após comer, tonturas, fadiga, sudação, falta de ar.

Nós vamos mais longe. A absorção de nutrientes dos alimentos no intestino é acompanhada por um aumento no nível de glicose no sangue, que alimenta o cérebro. Para ele, isso serve como um sinal para parar a produção de orexina. Esta substância não só nos empurra para encontrar comida, mas também dá uma carga de vivacidade e atividade. É claro que uma diminuição no nível desta substância leva a um declínio na força, isto é, fraqueza e sonolência.

Como vemos, a atividade das células de orexina reduz o açúcar ou a glicose, razão pela qual a maior sonolência e fraqueza é observada ao comer alimentos ricos em carboidratos, especialmente doces. Usando biscoitos, doces e bebidas doces para um lanche à tarde, realmente provocamos a inibição de certos processos no corpo. Se considerarmos o nosso corpo como um mecanismo de trabalho, então o orexino irá desempenhar o papel de um pedal e o açúcar e outros carboidratos são freios.

É por isso que, um dos princípios da nutrição adequada é a regra de não consumir carboidratos na parte da manhã e à tarde, ou pelo menos limitar significativamente a quantidade. Mas a proteína de alta qualidade é uma espécie de antídoto para carboidratos, reduzindo significativamente seu efeito "soporífico" negativo.

trusted-source[15], [16], [17], [18], [19], [20], [21], [22], [23], [24], [25], [26]

Diagnósticos fraqueza após comer

Alguém argumentará com a afirmação de que as doenças graves são mais frequentemente prevenidas do que curadas, e um diagnóstico atempado torna o tratamento mais eficaz? Sabetivamente, pessoas sábias disseram que Deus cuida de Deus. Então, em caso de fraqueza depois de comer. Se você se pegar no tempo, você pode evitar o desenvolvimento ou aliviar o tratamento de muitas doenças, uma das quais é uma fraqueza semelhante. Ou, pelo menos, desenvolver um menu ótimo e o regime do dia, contribuindo para a normalização do estado depois de comer.

Mas ignorar esse sintoma pode ter as conseqüências mais desagradáveis na forma de uma diabetes negligenciada de diabetes mellitus, exacerbações de gastrite ou estômago e úlceras duodenais, o desenvolvimento de outras doenças, especialmente aquelas associadas à função gastrointestinal. Se você reagir à situação em tempo hábil, você pode evitar complicações perigosas , como perfuração da úlcera ou inflamação do peritoneu.

O diagnóstico de fraqueza após uma refeição é reduzido não à própria afirmação desse fato, mas à busca da causa desse sintoma e à identificação das doenças que o acompanham. Para fazer isso, durante a consulta, o médico esclarece todas as circunstâncias que precederam a aparência de fraqueza: quando apareceu, que alimentos uma pessoa usou e em que quantidade, quais sintomas estão presentes além da fraqueza, com que frequência são ataques de fraqueza após comer. Além disso, a predisposição hereditária à alergia alimentar é excluída ou estabelecida.

Além de entrevistar o paciente, o médico pode realizar uma medida de temperatura e PA, além de palpação da região epigástrica. Este método de exame já pode fornecer informações sobre a saúde do aparelho digestivo.

Mais informações completas sobre um possível problema são fornecidas por diagnósticos instrumentais. Antes de tudo, o GIT deve ser examinado. A identificação de patologias do trato gastrointestinal é tratada por um gastroenterologista.

Os métodos mais populares neste campo de pesquisa são ultra-som do abdome e fibrogastroscopia, o que permite ver a patologia do interior e também medir a acidez do suco gástrico. Com base em estudos instrumentais e anamnese, o gastroenterologista dá sua conclusão.

Se houver suspeita de uma síndrome de dumping para o diagnóstico, além do questionamento de um paciente, pode ser necessária uma radiografia do estômago. Pode haver testes provocativos para confirmar a resposta à glicose. Estudos de laboratório do nível de insulina e albuminas são realizados.

Além disso, o médico pode prescrever alguns testes : um exame de sangue geral e avançado, urina e fezes e um exame de sangue para o açúcar para detectar o desenvolvimento de diabetes e outras doenças metabólicas. Pode ser necessário consultar um endocrinologista especializado em patologias do sistema endócrino responsável pela normalização do metabolismo.

Algumas dificuldades no diagnóstico podem ser pancreatite. Além dos ultra-sons e raios-X, estudos específicos podem ser atribuídos: endoscopia, laparoscopia e um estudo de duas horas de sangue e urina para a presença de enzimas.

Se a dispneia e a taquicardia estiverem presentes, podem ser prescritos métodos de exame adicionais, como radiografia de tórax, eletrocardiograma, ressonância magnética, etc.

trusted-source[27], [28], [29], [30], [31], [32], [33], [34], [35], [36], [37]

Diagnóstico diferencial

Se o diagnóstico diferencial não revelar quaisquer patologias no corpo, o terapeuta dará ao paciente as instruções necessárias para a formulação do regime do dia e da dieta, a fim de evitar a recorrência do sintoma no futuro.

trusted-source[38], [39], [40], [41], [42], [43], [44], [45], [46]

Quem contactar?

Tratamento fraqueza após comer

A fraqueza depois de comer não é uma doença. Este é apenas um sintoma de algumas patologias no corpo. Acontece que você pode se livrar desse sintoma incômodo apenas tomando medidas para tratar a causa que o causa. E como pode haver muitas causas, não é possível descrever detalhadamente o tratamento de todas as doenças e condições patológicas em um artigo.

Permitam-nos ocupar mais detalhes sobre medicamentos que podem aliviar a condição do paciente com as doenças e condições mais comuns associadas ao excesso de consumo. No tratamento de várias doenças do trato gastrointestinal, preparações enzimáticas que facilitam a digestão e digestão de alimentos no trato digestivo têm sido amplamente utilizadas. Se há problemas com o estômago e o pâncreas, esses medicamentos são sempre prescritos como parte da terapia complexa de doenças.

By the way, essas mesmas drogas podem ser aconselhados para aqueles que não podem controlar seu apetite, tendência a comer demais, ou simplesmente como uma ajuda para a digestão durante festas com abundância de pratos saudáveis, gordurosos, acompanhada de náuseas e fraqueza depois de comer.

As preparações enzimáticas mais populares e populares são Festal, Mezim, Creon, Pancreatin, Pancreasim, Existol, Semilase.

"Pancreatin" - provavelmente o mais popular por causa de sua eficácia e barato significa facilitar a digestão dos alimentos. Parece que uma preparação enzimática com um nome específico também deve ter indicações associadas à síntese de enzimas prejudicadas para digestão no pâncreas. Isso é verdade, mas os problemas com o pâncreas são apenas uma das indicações para tomar a droga. Além disso, os médicos aconselham tomar "Pancreatin" em patologias gastrointestinais crônicas, doenças hepáticas, após cirurgia no pâncreas, estômago ou duodeno, após irradiação do trato gastrointestinal, com um excesso excessivo ou constante. Também é mostrado a pessoas cujo estilo de vida não predispõe ao movimento ativo, e também a quem tem problemas com o aparelho de mastigação, quando se prepara para raios-x ou ultra-som do aparelho digestivo.

"Pancreatin" contém enzimas (protease, amilase e lipase), idênticas às produzidas pelo pâncreas humano. A fonte dessas enzimas é o gado e suínos. Com a administração oral, a preparação enzimática enche a deficiência destas substâncias no organismo e promove a rápida decadência de proteínas, amido e gorduras e sua conversão em aminoácidos, oligossacarídeos e ácidos graxos necessários para a vida humana.

Nas farmácias, você pode encontrar uma droga de diferentes fabricantes, disponível sob a forma de comprimidos com diferentes doses de 10 a 60 peças por pacote. Existem duas variedades da droga "Pancreatin" e "Pancreatin forte".

Método de aplicação e dosagem. Pegue o medicamento deve ser tomado com alimentos ou imediatamente após o final da refeição, em nenhum caso dividindo-o em partes. A recepção do medicamento deve ser acompanhada pelo uso de uma grande quantidade de fluido. Isto é necessário para que as enzimas na formulação sejam liberadas e comecem a agir diretamente no duodeno, e não mais tarde.

Este método de uso permite atingir o máximo efeito do medicamento após 30-40 minutos. O número de comprimidos em um período de tempo geralmente é 1-2, mas a dose pode ser aumentada nas instruções do médico, dependendo do grau de desenvolvimento da deficiência enzimática e da idade do paciente.

No caso de o pâncreas não poder produzir enzimas, é recomendada uma dose máxima do medicamento: 5 comprimidos "Pancreatin 8000", que corresponde à necessidade fisiológica do trato digestivo em enzimas.

"Pancreatin" é capaz de remover com sucesso sintomas desagradáveis de comer em excesso, como peso no estômago, sonolência, náuseas e fraqueza após o consumo. Neste caso, geralmente um comprimido, tomado imediatamente após uma refeição, é suficiente.

A droga tem poucas contra-indicações para usar. Isto, como de costume, hipersensibilidade a substâncias na droga, a forma aguda de pancreatite, bem como a exacerbação da sua forma crônica. A droga é aprovada para uso na infância e gravidez / aleitamento. Neste caso, uma dosagem individual pode ser definida.

A administração do medicamento raramente é acompanhada por quaisquer efeitos colaterais. Ocasionalmente, pode haver fezes, náuseas, sensações desagradáveis no abdômen, pequenas alterações no exame de sangue, uma erupção alérgica.

Precauções. Não é desejável levar a droga juntamente com antiácidos e preparações de ferro, bem como com álcool. É aceitável usar "Pancreatin" em pequenas doses após um banquete com uma pequena quantidade de álcool.

Na infância, tomar a droga provoca um aumento na probabilidade de constipação.

O análogo estrangeiro de "Pancreatin" é "Mezim". As drogas diferem apenas em uma dosagem fixa de enzimas individuais no último. "Pancreasim" é um análogo doméstico da droga descrita acima.

"Creon" também é um análogo de "Pancreatin", mas já está disponível na forma de cápsulas. Esta forma de liberação, de acordo com os médicos, é mais eficaz neste caso. A dosagem usual é: 1 cápsula antes de comer.

A droga "Festal", em contraste com as anteriores, é complementada com componentes biliares, o que fortalece a ação da lipase e da hemicelulose, o que ajuda a quebrar a celulose. Promove a absorção mais eficaz de vitaminas e gorduras.

Para as indicações usuais de preparações enzimáticas, neste caso, é possível adicionar diarréia não infecciosa, flatulência, síndrome do intestino irritável.

Em relação à presença de bile e hemicelulose na composição do fármaco, também possui contra-indicações específicas para uso. Estas são doenças do fígado, como icterícia, hepatite, insuficiência hepática, além da colelitíase, acumulação de pus na vesícula biliar (empiema) e obstrução do intestino.

Pegue o medicamento geralmente em uma dosagem de um ou dois comprimidos 3 vezes ao dia. A norma da criança é estabelecida por um médico.

A recepção do medicamento pode ser acompanhada por alguns efeitos colaterais, idênticos a "Pancreatin".

Precauções. A droga está disponível sob a forma de uma drageia e o conteúdo da concha de glicose pode prejudicar a condição de pacientes com diabetes.

Com cautela, de acordo com as indicações do médico, "Festal" é tomado durante a gravidez ou a amamentação.

O análogo "Festal", localizado na mesma categoria de preço, é o medicamento "Enzistal".

"Somilase" é uma preparação de polimenzimas, na composição da qual podemos encontrar uma solene relacionada a enzimas para a separação de gorduras e a-amilase. O princípio da droga é ligeiramente diferente dos anteriores. A falta de enzimas é reabastecida pela divisão de gorduras.

Indicações para o uso do medicamento, além do funcionamento inadequado do trato gastrointestinal e do pâncreas em relação às doenças, são as mudanças relacionadas com a idade no sistema digestivo.

O método de administração e dosagem do fármaco são os mesmos que os de "Festal".

A vantagem da droga "Somilase" é a ausência quase completa de contra-indicações para o uso e efeitos colaterais. No entanto, a droga deve ser tomada somente após consulta com um médico especialista.

Quanto ao diabetes, a conversa pode ser longa e infundada, porque a nomeação de drogas para esta doença requer a competência do endocrinologista. Só se pode dizer que o tratamento deste transtorno de saúde é longo e é baseado na aderência a uma dieta especial com restrição de fontes de glicose e colesterol.

O mesmo pode ser dito sobre doenças cardiovasculares, que são tratadas por um médico especialista.

Mas, no que diz respeito à síndrome do dumping, você pode dar algumas dicas que facilitam a condição do paciente e permitem a normalização do processo digestivo para excluir a aparência de fraqueza após o consumo.

Como no caso do diabetes e na situação com doenças do trato gastrointestinal, a dieta vem à tona. Para cada doença há limitações na qualidade e na dosagem dos alimentos. Na maioria das vezes, recorrem à nutrição fracionada, quando aumenta o número de refeições por dia, e as porções são reduzidas, bem como a exclusão do menu de alimentos pesados que provocam a formação de grumos de alimentos.

A dieta com síndrome de despejo implica obter um alimento fracionado de pleno direito. O alimento deve ser rico em calorias, deve conter todas as vitaminas necessárias, mas a quantidade de líquido e carboidratos deve ser limitada. Alimentos ricos em fibras devem ser eliminados o máximo possível do menu.

No caso do curso leve da síndrome, a terapia de dieta é frequentemente limitada. Se, além de náuseas e fraquezas após a ingestão, vertigem, para a remoção dessas síndromes, você pode recomendar preparações "Imodium", "Motilium", "Okreotid", bem como preparações enzimáticas.

"Immodium" reduz a freqüência de contrações da parede intestinal, devido ao seu conteúdo se mover a uma taxa mais lenta. A droga é indispensável para a síndrome de início moderado juntamente com medicamentos atropinos que reduzem a motilidade gastrointestinal. "Okreotid" reduz a probabilidade de complicações após as operações no estômago e outros órgãos do aparelho digestivo. "Mollium" remove diretamente os sintomas desagradáveis que acompanham a síndrome do dumping.

No curso severo da síndrome de dumping, o anestésico "Novocain" é prescrito antes das refeições. Neste caso, após cada refeição, os médicos não recomendam mover-se activamente, mas, pelo contrário, aconselham a descansar.

Se todas as medidas tomadas não funcionam, pode ser necessário um atendimento cirúrgico, que consiste em gastroejunoduodenoplastia reconstrutiva, o que retarda o movimento dos alimentos para o intestino delgado.

A fraqueza após uma refeição pode ser causada por uma violação da digestibilidade dos alimentos e, portanto, das vitaminas na sua composição. Portanto, a terapia desta condição inclui a ingestão de complexos vitamínicos.

O tratamento de fisioterapia é prescrito para as doenças causadas por um estado de fraqueza após o consumo. Pode ser terapia de lama, tratamento de água mineral, exercícios de fisioterapia, climatoterapia.

Tratamento alternativo da fraqueza após comer

Ambos os tratamentos medicamentais e alternativos da fraqueza após o consumo baseiam-se na eliminação da causa da sua causa e, portanto, só devem ser realizados de acordo com os resultados do diagnóstico médico. Quando a doença é estabelecida, faz sentido começar seu tratamento, o que eliminará a fraqueza e outros sintomas.

Assim, com pancreatite e gastrite, o suco de batata fresco tem um efeito positivo, você precisa beber de 1,5 a 3 copos por dia.

Ajuda com muitas doenças do trato gastrointestinal e própolis. É utilizado na forma de uma tintura de álcool, uma solução aquosa ou de forma natural. A coisa mais simples para as complicações da doença e a aparência de sintomas de náuseas e fraqueza após comer é mastigar um pouco de própolis um pouco mais do que uma ervilha por algum tempo.

O óleo de espinafre do mar também alivia significativamente a condição de pacientes com estômago, duodeno e intestinos. Pegue deve ter 1 colher de chá por 25 a 30 minutos antes de comer.

No caso do diabetes mellitus, a medicina alternativa recomenda o uso de feijões leves na quantidade de 7 pcs., Pré-embebido à noite em 100 g de água. Os feijões devem ser comidos no estômago vazio, lavados com a mesma água, uma hora antes da refeição.

Ajuda a estabilizar a condição com diabetes e rábano. Deve ser esmagado e insistir em leite azedo em um local frio por cerca de 7-8 horas (1 colher de sopa de rábano por 1 item de leite azedo). Tire meia hora antes das refeições no valor de 1 colher.

Essas receitas são ótimas, mas, além de estabilizar o trato digestivo e prevenir fraquezas, náuseas, tonturas depois de comer, promove o uso de alimentos e ervas que ajudam a melhorar a digestão. A produtos de tal ação carregam frutos secos, frutas e vegetais frescos, uma linhaça, produtos lácteos, farelo.

trusted-source[47], [48]

Homeopatia

O tratamento da fraqueza de ervas depois de comer é baseado nas propriedades de algumas ervas úteis para a digestão. Estas ervas incluem dente-de-leão, aneto, hortelã. E também camomila, elecampano, plantação, erva de São João, alecrim, raiz de gengibre, chicória e ayr, etc. Com base nestas ervas são taxas médicas. Alguns deles podem ser encontrados mesmo na farmácia, por exemplo, ervas efetivas Dr. Selezneva.

Entre outros remédios homeopáticos, com fraqueza após comer, podem distinguir-se as seguintes drogas:

"Anacardium-Homaccord" é usado para tratar vários distúrbios no funcionamento do sistema digestivo. Uma das indicações de uso é a síndrome de dumping mal definida.

A droga está disponível sob a forma de gotas. A dosagem adulta diária é de 30 gotas, divididas igualmente em 3 doses. A criança é instalada por um médico.

Contraindicação a utilizar é hipersensibilidade aos componentes. Não são observados efeitos colaterais. Pacientes com patologias da glândula tireoidea podem tomar o medicamento apenas na dosagem determinada pelo endocrinologista.

Ampolas homeopáticas "Coenzyme compositum", usadas na forma de injeções. Normalize o metabolismo, ative as defesas do corpo para combater patologias do trato gastrointestinal e outros órgãos e sistemas, afetam positivamente a produção de enzimas.

As injeções são feitas 1 a 3 vezes por semana, usando diferentes métodos de administração de fármaco. Adulto único dose - 1 ampola. Para crianças menores de 6 anos, a dose é de 1 ml, até 1 ano - 0,4 ml, até 3 anos - 0,6 ml.

A solução também pode ser tomada por via oral (através da boca), diluindo a dose prescrita em água (5-10 ml). O curso da terapia pode variar dentro de 2-5 semanas.

Além da intolerância da droga, outras contra-indicações para este remédio para fraqueza após o consumo de não. Mas alguns efeitos colaterais são notados: inchaço no local da injeção, comichão e erupção cutânea alérgica.

Não é recomendado misturar esta droga com outros medicamentos na mesma seringa.

"Natrium phosphoricum" - uma droga para o tratamento de diabetes e condições com difícil digestão de alimentos gordurosos. Contém lactose.

O medicamento destina-se ao tratamento de adultos e crianças, incluindo bebês. Uma dose única para todas as idades é um - 1 comprimido. Mas a freqüência de aplicação depende da idade do paciente e do curso da doença. Com condições crônicas, a droga é tomada 1-3 vezes ao dia, com aguda - 1 a 6 vezes.

Ao tomar o medicamento, são possíveis reações de hipersensibilidade. Na gravidez, a consulta do médico-especialista em ocasião do uso de uma preparação pode ser necessária.

"Gastronal" é uma preparação homeopática que encontrou sua aplicação na terapia complexa de doenças gastrointestinais, acompanhada de náuseas e fraqueza após a ingestão.

A droga é indicada para uso em adultos com mais de 18 anos de idade. As contra-indicações para uso, além das reações de hipersensibilidade, são a falta de açúcar e a intolerância à frutose, que é parte da droga. Os efeitos colaterais só se manifestam com base em ignorar as contra-indicações.

A preparação sob a forma de grânulos homeopáticos é utilizada na dose única habitual (8 unidades) e é retida na boca até a máxima dissolução ser alcançada. Você pode tomar a pílula antes (por meia hora) ou depois de uma refeição (em uma hora). Recomenda-se a utilização do medicamento três vezes ao dia para um curso terapêutico de 1 mês.

O produto não é recomendado para uso durante a gravidez e a lactação, e após o término da vida útil.

Prevenção

Prevenção de fraqueza e outros sintomas desagradáveis depois de comer começa com uma revisão do regime existente do dia e do menu habitual. O café da manhã, o almoço e o jantar devem ser ao mesmo tempo. Durante a refeição, você precisa se concentrar no processo de comer e não pensar nos detalhes da próxima reunião e se preocupar com os momentos perdidos. Não é necessário assistir programas de televisão durante a refeição, aprender aulas, preparar exames, ler ficção, deixar seu estômago um a um com comida mal mastigada.

Reconsiderar e sua ração horária. Na parte da manhã e no dia, limite a ingestão de alimentos ricos em carboidratos para que eles não causem sonolência inesperada. Para evitar tonturas e fraquezas após o consumo, limite a quantidade de café que você bebe, especialmente o café com açúcar.

Aumentar a freqüência de ingestão de alimentos e reduzir porções individuais ajudará o aparelho digestivo a lidar com seu trabalho melhor. Ao mesmo tempo, você deve comer lentamente, cortando cuidadosamente alimentos na boca e preferindo alimentos leves, frutas e vegetais. Isso ajudará a evitar a formação de caroços de alimentos.

Se não houver contra-indicações especiais, entre em sua fibra dietética, que ajudará ativamente o trato digestivo no processamento de alimentos. Preste atenção a outros produtos que melhoram a digestão. Eles são úteis tanto para o tratamento quanto para a prevenção da fraqueza após o consumo.

Tome o hábito de beber um copo de água limpa meia hora antes da primeira refeição. Isso permitirá não só iniciar o estômago e os intestinos que ainda não despertaram, mas também para purificá-los do muco acumulado.

O excesso de comida é o maior inimigo do trato gastrointestinal. São os excessos nos alimentos e seu grande volume são a causa freqüente do desenvolvimento de várias patologias do trato gastrointestinal. Um copo de água ajudará, e neste caso, reduzindo o apetite furioso.

Se você não pode evitar comer em excesso (geralmente isso acontece em casamentos, aniversários e outras celebrações com abundância de álcool e iguarias), as preparações enzimáticas e o carbono ativado normal ajudarão a eliminar de forma rápida e efetiva problemas como vertigem, náuseas e fraqueza depois de comer.

trusted-source[49], [50], [51], [52]

Previsão

Falar sobre o prognóstico da fraqueza depois de comer como uma condição ocasional repetitiva desagradável, a adesão à dieta e outras medidas preventivas irão alterar a situação de maneira inequívoca melhor. Se considerarmos a fraqueza depois de comer como um sintoma de uma determinada doença, então, para um prognóstico favorável, um tratamento sério e de longo prazo pode ser necessário desde que a patologia seja detectada no tempo. Aqui, uma dieta raramente é suficiente.

trusted-source[53], [54]

You are reporting a typo in the following text:
Simply click the "Send typo report" button to complete the report. You can also include a comment.